Em entrevista exclusiva para a Rádio Inconfidência na manhã desta quarta-feira (11), o Secretário de Gabinete e Gestão Integrada, Luiz Genésio Picoloto, falou sobre cargos comissionados, redução de secretarias e ressaltou que haverá investimentos em duplicação na rodovia na saída para Xambrê, explicou ainda o que está acontecendo com relação à construtora responsável pela construção da rodoviária.

Cargos Comissionados

O Secretário contou que ao assumir a administração, a equipe encontrou um grande quadro de cargos comissionados e que neste período houve uma redução de aproximadamente 30%.

Ele informou que haverá uma reforma e que os cargos vagos continuam. “Por determinação do prefeito Celzo Pozzobon, nós extinguiremos entre 4 a 5 secretarias que virarão diretorias dentro de outras secretarias que continuarão existindo”, informou Picoloto.

Ele disse ainda que em 2018 a prefeitura irá começar o ano com o quadro de comissionados bem enxutos, ou seja, adequados à realidade do município e dos recursos públicos de hoje.

Economia com redução dos cargos

Com relação à economia através da redução dos cargos comissionados, o secretário afirmou que, em setembro de 2016 havia nos cofres públicos R$ 925 mil reais e hoje tem R$ 30 milhões. “Eu acho que não é nenhum salto brusco, mas fizemos uma campanha sem atrelação política e não tivemos acertos políticos, nem com sociedade civil organizada. Então para montarmos a equipe e fazermos um governo austero não foi muito difícil”, enfatizou Picoloto.

Projetos

O secretário lembrou da visita do governador Beto Richa e dos recursos liberados na ordem de R$ 35 milhões, e ressaltou que as  obras no aeroporto devem terminar este ano e que em breve começarão a duplicação da rodovia na saída para Xambrê próximo ao ACEU. “A duplicação será do trevo até a antiga Cola-Cola, onde o fluxo de veículos é intenso”, ressaltou.

Construção da Rodoviária

Questionado sobre a construção da rodoviária e o teto levado pelo vento no final de semana passado, Picoloto informou que o problema está com a Empreiteira. Ele disse que a Empreiteira Cantareira se encontra em recuperação judicial, com problemas financeiros e com isso, muita dificuldade para dar andamento ao cronograma da obra previamente estipulado, mas através de entendimentos, de acertos e de conversas nós temos o dinheiro para terminar a obra, mas não temos a segurança que a empreiteira de continuidade aos trabalhos.

“Mas os proprietários da empresa já foram notificados e estamos em tratativas para que, o mais breve possível começar de novo a obra que se encontra parcialmente paralisada”, comentou Picoloto.

Quanto à ventania que levaram parte da cobertura da rodoviária, o secretário Picoloto disse que os danos não foram de grande monta. “Já está sendo providenciada a cobertura, o problema será solucionado e não vai demandar grande despesa ao município”, finalizou o secretário de gabinete Luiz Picoloto.

 

Luiza Lima – Rádio Inconfidência

Foto: PMU