Ao Vivo
 
 
Siga ao vivo

Umuarama

UBS do Guarani está com obras adiantadas

UBS do Guarani está com obras adiantadas

A Prefeitura de Umuarama iniciou no começo de junho uma reforma completa na Unidade Básica de Saúde (UBS) do Conjunto Residencial Guarani. Nesta terça0feira, 18, o prefeito Celso Pozzobom visitou a obra e disse que em breve a população daquela região terá uma estrutura melhorada para a saúde pública. “Hoje o atendimento é improvisado em uma casa alugada. Mas logo, acredito que nos próximos 60 dias no máximo, poderemos reabrir a UBS e oferecer um atendimento mais cômodo para a população”, disse. Com recursos próprios, do Fundo Municipal de Saúde, o município está investindo R$ 165 mil nas obras de adequação, que incluem uma cobertura já instalada, forros em PVC, pintura e outros serviços de adequação estrutural. O prefeito lembrou que aquele posto de saúde está fechado há muito tempo, por conta dos problemas com pouco tempo de uso. “Logo teremos aqui uma unidade em perfeitas condições para acolher aos moradores do Guarani e bairros próximos, que precisarem de atenção médica básica. Aos poucos reorganizamos a administração e a saúde já sente os efeitos positivos dessa gestão”, disse Pozzobom. O prefeito anunciou ainda que existe ainda a possibilidade ampliação da UBS do Guarani, no futuro, e que o projeto já está em estudos. “Fomos surpreendidos com uma verba do Ministério da Saúde, empenhada pelo deputado federal Osmar Serraglio, e veremos nos próximos meses qual a melhor aplicação nesta unidade”, comentou. Na reforma, a UBS teve a cobertura substituída por telhas metálicas termoacústicas (sanduíche) e receberá nova pintura interna e externa. Estão sendo trocados lavatórios e bacias sanitárias com defeito, portas e janelas. “Vamos refazer as instalações hidráulica, elétrica e lógica (rede de comunicação). O prazo de execução dos serviços é de 90 dias e a expectativa é de que seja cumprido”, informou o secretário municipal de Obras, Planejamento Urbano e Projetos Técnicos, Isamu Oshima.   Fonte: Assessoria de Imprensa / PMU Fotos: José Anselmo Sabino/ PMU      
Prefeitura inicia pavimentação de trecho na marginal da PR-323

Prefeitura inicia pavimentação de trecho na marginal da PR-323

Depois de muitos anos, a Prefeitura de Umuarama voltou a pavimentar uma via pública com maquinário e mão de obra própria. O secretário de Obras, Planejamento Urbano e Projetos Técnicos, Isamu Oshima, disse que a prática deve se tornar comum nesta gestão por conta da redução de custos. “Conseguimos uma diferença de 30 a 50% do preço final, comparado com um serviço terceirizado, porque temos estrutura própria. Estamos melhorando nossos equipamentos, com a aquisição de máquinas e veículos novos, e logo poderemos fazer pequenos trechos de asfalto”, disse. Nesta quinta-feira, 20, a Secretaria de Obras iniciou a pavimentação de um trecho de 260 metros de extensão por 7,5 metros de largura, marginal à rodovia PR-323, entre o acesso à rua Florivaldo Ricieri Tampelini (lateral à Havan) e o primeiro retorno na pista – sentido a Perobal. “É um trecho pequeno, que deve ser concluído em 30 dias no máximo, se não houver interrupções por conta do clima”, lembrou o secretário. Caso a obra fosse terceirizada, além da demora no processo licitatório o custo não seria inferior a R$ 120 mil. Com pessoal e máquinas da prefeitura, apenas a massa asfáltica será comprada pronta e o custo deve ficar na casa dos R$ 70 mil. O secretário faz a mesma comparação com outro serviço realizado recentemente, o reperfilamento de 17 mil metros quadrados nos bairros Patrimônio Umuarama e Jardim Sol Nascente. “Caso o serviço tivesse sido contratado, o custo para o município seria de aproximadamente R$ 340 mil. Com nossa equipe e maquinário, conseguimos economizar quase 50% com a mesma qualidade no serviço”, completou Isamu. O prefeito Celso Pozzobom disse que essa é uma das prerrogativas da administração, a boa utilização dos recursos públicos. “Desde que seja mantida a qualidade, o que puder ser feito por esforços e com equipe própria representa economia para o município. E economizando, podemos prestar mais e melhores serviços à população”, definiu. Para o prefeito, a marginal da PR-323 é necessária para facilitar o acesso a várias empresas estabelecidas às margens da rodovia. “Temos trechos recortados de marginais. Faremos mais este trecho agora e no futuro estamos planejando intervenções em outros pontos, onde a benfeitoria é necessária. Com acesso facilitado, garantimos mais comodidade e segurança para trabalhadores, clientes e facilidades na entrega de materiais às empresas. Este é também um atrativo para novos investimentos”, concluiu Pozzobom. Fonte: Assessoria de Imprensa -  PMU Fotos: José Anselmo - PMU