Ao Vivo
 
 
Siga ao vivo

Região

Dez municípios do norte do Paraná vão contratar secretário regional de educação

Dez municípios do norte do Paraná vão contratar secretário regional de educação

m uma iniciativa inédita no país, o Consórcio de Desenvolvimento e Inovação do Norte do Paraná (Codinorp) vai contratar um secretário regional de educação para os municípios de Cafeara, Centenário do Sul, Florestópolis, Guaraci, Jaguapitã, Lupionópolis, Miraselva, Primeiro de Maio, Porecatu e Prado Ferreira – que somam cerca de 80 mil habitantes. A escolha será feita por meio de um processo seletivo comandado pela organização sem fins lucrativos Vetor Brasil, que identifica e seleciona profissionais para atuar na gestão pública. As inscrições, que são gratuitas, vão até 12 de novembro e devem ser feitas pelo site da instituição. A organização vai conduzir todas as etapas de pré-seleção e, ao final do processo, os integrantes do consórcio decidirão o profissional a partir da lista de finalistas encaminhada pela instituição. Podem participar candidatos de todo o país, mas o escolhido terá que fixar residência na região. “Nosso objetivo é apoiar os governos a encontrarem os profissionais mais qualificados para os seus times”, explica a diretora executiva do Vetor Brasil, Joice Toyota. Segundo ela, embora sete dos 10 municípios já tenham notas do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) acima da média nacional, a aprendizagem poderá ser aprimorada trabalhando em conjunto. De acordo com o presidente do Codinorp e prefeito de Prado Ferreira, Silvio Antônio Damaceno (PP), a ideia surgiu de uma discussão sobre como melhorar a educação nos municípios da região. "Um dos pontos que identificamos é a limitação dos secretários das cidades pequenas em conseguir articulações para acessar mais recursos", afirma o presidente. Para ele, o custo será baixo para as prefeituras, que vão se juntar para pagar um salário de R$ 10 mil para o canidato escolhido. "Optamos por esse processe de seleção para encontrar uma pessoa que tenha conhecimento e bagagem", aponta. Segundo o prefeito, caso a iniciativa surta o efeito esperado pelos integrantes o consórcio, a ideia é extinguir os cargos municipais de secretário de educação. Damaceno indica que o nome do secretário regional será definido até 10 de dezembro para poder atuar na preparação para o ano letivo de 2018. Exemplo próximo Conforme o Vetor Brasil, a escolha de um secretário regional de educação é inédita no país. No entanto, no final do ano passado, o prefeito de Londrina, também no norte do Paraná, Marcelo Belinati (PP), definiu a secretária Maria Tereza Paschoal após uma pré-seleção da organização. No total, 129 pessoas disputaram a vaga e uma lista com os finalistas foi entregue ao prefeito, que tomou a decisão final. Ela já trabalhou como professora, advogada e foi secretária em Ourinhos-SP. Pré-seleção O processo de pré-seleção será dividido em diversas etapas, que incluem análise curricular, referências profissionais, entrevista por competência e estudo de caso, sabatina dos finalistas com participação popular e entrevistas com banca avaliadora. Os interessados em participar devem ter experiência em cargos de liderança no setor público ou privado, perfil empreendedor e com habilidades de liderança. A organização busca candidatos com características agregadoras, que seja capaz de conectar estratégias dos 10 municípios para promover soluções eficazes para a educação pública regional. “Estamos em busca de uma pessoa empreendedora, que se proponha a participar de um projeto inovador e com grande potencial de impacto em escala”, reforça Joice Toyota.
Adolescentes encontram sacola com R$ 20 mil na rua e devolvem ao dono em Faxinal, no norte do Paraná

Adolescentes encontram sacola com R$ 20 mil na rua e devolvem ao dono em Faxinal, no norte do Paraná

Quatro amigos, com idades entre 14 e 15 anos, voltavam do colégio onde estudam em Faxinal, no norte do Paraná, após o fim da aula, quando um deles resolveu chutar uma sacola que estava no chão, há duas quadras da escola. Mal sabiam eles que dentro tinha cerca de R$ 20 mil, que foram perdidos pelo dono de uma rede de mercados. "Na hora eu nem pensei [no que pudesse ser], porque direto a gente sai chutando pedra. Mas o chute deu sorte. Era muito dinheiro", conta o estudante Vitor Hugo Oliveira de Jesus, de 15 anos. "Ficamos muito surpresos. Não é normal estar andando e encontrar esse valor", diz João Levy Cassarotti, de 14 anos. Era tanto dinheiro na sacola que os jovens disseram que não tinha como contar. Diante da situação, eles recordam que guardaram a sacola em uma mochila e ligaram para os pais para tentar encontrar quem havia perdido a quantia. Enquanto tentavam encontrar o dono, o proprietário da rede de mercados, Fábio Severini, já estava desesperado com a sacola perdida. "Quando cheguei na minha outra loja para fazer os pagamentos, me dei conta de que estava só com as contas, sem o dinheiro. Bateu aquela preocupação, porque quem vai devolver dinheiro nos dias de hoje, né?", recorda. A situação aconteceu no dia 19 deste mês. No mesmo dia, o dinheiro foi devolvido para o dono. Mas ele encontrou os garotos pela primeira vez nesta terça-feira (31). "Eu desejo que eles continuem sendo essas pessoas, tendo essa atitude, e que encontrem muito mais coisas na vida." Como recompensa, os adolescentes receberam R$ 200 para dividir. "Deu para comer um lache", diz Vitor, aos risos. Mas, quando tiveram noção da quantia, ele confessa que chegaram a fazer as contas para ver o que daria para comprar com os R$ 20 mil. "Nós gostamos muito de moto. Aí pensei que daria para comprar umas motos de trilha. Mas não era nosso, né? A gente tinha que devolver", diz o jovem. Para Gustavo Henrique Del Grande, de 15 anos, ter devolvido o dinheiro foi a melhor escolha. "Se a gente tivesse pegado R$ 5 mil para cada um, a gente não estaria vivendo essa alegria de estar todo mundo elogiando a gente", avalia. Já Gabriel Dias Brandão, de 15 anos, recomenda para outras pessoas a atitude que tiveram. "É para servir de exemplo para os governantes. Não dá para pegar o que não é nosso", destaca.