Ao Vivo
 
 
Siga ao vivo

Igreja

CONIC promove Semana de Oração pela Unidade Cristã

CONIC promove Semana de Oração pela Unidade Cristã

No próximo dia 28 de maio acontece no Brasil a Semana de Oração pela Unidade Cristã (SOUC). A liderança e coordenação da iniciativa no país é do Conselho Nacional de Igrejas Cristãs (CONIC), que organiza as ações nos diversos estados. O tema deste ano é “Reconciliação: é o amor de Cristo que nos move – Celebração do 500° Aniversário da Reforma”. Promovida mundialmente pelo Conselho Pontífice para Unidade dos Cristãos (CPUC) e pelo Conselho Mundial de Igrejas (CMI), a Semana de Oração pela Unidade Cristã (SOUC) acontece em períodos diferentes nos dois hemisférios. No hemisfério norte, o período tradicional para a Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos (SOUC) é de 18 a 25 de janeiro. Essas datas foram propostas em 1908, por Paul Watson, pois cobriam o tempo entre as festas de São Pedro e São Paulo, e tinham, portanto, um significado simbólico. No hemisfério Sul, por sua vez, as Igrejas geralmente celebram a Semana de Oração no período de Pentecostes (como foi sugerido pelo movimento Fé e Ordem, em 1926), que também é um momento simbólico para a unidade da Igreja. O objetivo da iniciativa é estimular em todos os cristãos a expressão do grau de comunhão que as Igrejas já atingiram e a rezar juntos por uma unidade cada vez mais plena. O material da SOUC foi preparado pela Comissão Ecumênica Alemã, país considerado um dos berços da Reforma.   Oferta da Semana de Oração A oferta da SOUC simboliza o comprometimento das pessoas com o ecumenismo. É uma forma concreta de mostrar que se acredita realmente na unidade dos cristãos (João 17:21). Os frutos das ofertas doadas ao longo da Semana são distribuídos da seguinte maneira: 40% para a representação regional do CONIC (onde houver), que é destinado a subsidiar reuniões e atividades ecumênicas locais, e 60% para o CONIC Nacional, para projetos de maior alcance. Vale lembrar que a oferta faz parte da celebração. É um momento de gratidão pelas coisas boas que recebemos de Deus.   Confira os temas da Semana de Oração dos anos anteriores: Semana de Oração, edição 2013: TEMA: “O que Deus exige de nós?” Semana de Oração, edição 2014: TEMA: “Acaso Cristo está dividido?” Semana de Oração, edição 2015: TEMA: “Dá-nos um pouco da tua água.” Semana de Oração, edição 2016: TEMA: “Proclamai os altos feitos do Senhor.”     Com informações, CONIC/ Portal Canção Nova.
JMJ no Panamá já tem logo

JMJ no Panamá já tem logo

A Jornada Mundial da Juventude 2019 já tem seu logo oficial. A imagem foi apresentada neste domingo (14/05) pelos organizadores da JMJ, que se realizará no país de 22 a 27 de janeiro de 2019. Na imagem, estão representados o istmo do país, o Canal do Panamá, a Cruz Peregrina e a imagem de Nossa Senhora com um coroa de cinco pontos, indicando os cinco continentes. As figuras aparecem formando um coração.  A criação é de uma jovem de 20 anos, que participou de várias Jornadas desde muito pequena: Ambar Calvo é uma estudante de arquitetura na Universidade do Panamá. Ela explica que o Canal simboliza o caminho do peregrino que descobre em Maria o meio para se encontrar com Jesus; a silhueta do Istmo panamenho representa o local de acolhida; e os pontos na coroa de Maria os peregrinos de cada continente.   Seleção O logo foi escolhido entre 103 propostas que foram avaliadas por um júri integrado por especialistas em desenho gráfico, marketing e outras profissões do ramo, que selecionaram as melhores três ideias. Mas a escolha definitiva ficou a cargo do Comitê Executivo da JMJ, com o Dicastério para os Leigos, a Família e a Vida.   Pequeno país, grande coração O Arcebispo de Cidade do Panamá, Dom José Domingo Ulloa Mendieta, declarou-se emocionado com o talento da juventude panamenha, porque este desenho “conseguiu captar a mensagem que desejamos enviar aos jovens do mundo, a pequenez do nosso país, mas a grandeza do nosso coração, aberto a todos sem exclusão”. “Os jovens são a reserva moral e humana de nossas sociedades e da própria Igreja, eles são capazes de transformá-las por inteiro, positivamente, se formos capazes de ensinar-lhes a amar como Jesus fez conosco”, destacou ainda o Arcebispo panamenho.   Com informações, Rádio Vaticano.