Claudia Gadelha desafiou, Jessica Andrade Aceitou e o UFC atendeu. As brasileiras medem forças no UFC Japão, no dia 23 de setembro. Primeira colocada do ranking, Claudinha postou uma foto-montagem ao lado de Jéssica (Nº 4) em sua conta no Instagram na última terça-feira, pedindo que o UFC fizesse acontecer o duelo.

Horas mais tarde, Jéssica utilizou a mesma imagem, explicou que havia declarado, sim, a vontade de enfrentar as melhores da divisão e Claudinha estaria entre elas, e que aceitava o desafio. Enquanto Claudinha vem de duas vitórias, Jéssica tenta a recuperação após derrota na disputa do cinturão dos pesos-palhas.

Cláudia Gadelha é a número 1 do ranking peso-palha, que tem a polonesa Joanna Jedrzejczyk como dona do cinturão. Com 15 vitórias na carreira, a lutadora potiguar tem apenas duas derrotas em seu cartel, ambas para a atual campeã. Sua última luta foi no início de junho, no UFC Rio 8, quando venceu a polonesa Karolina Kowalkiewicz.

Jéssica Bate-Estaca, número 4 da divisão, vem de derrota na luta pelo título com Jedrzejczyk, em maio, no UFC 211. A lutadora da equipe PRVT tem 16 vitórias e seis derrotas em seu cartel, e antes de perder para a polonesa, tinha alcançado três triunfos seguidos, contra Jessica Penne, Joanne Calderwood e Angela Hill. Elas medirão força na tradicional Saitama Super Arena, a terra do imortal Pride FC.